CEFET-MG

Resumos

1º SEMINÁRIO DE PESQUISA E EXTENSÃO DO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA, GESTÃO E DESIGN DO CEFET-MG / CAMPUS DIVINÓPOLIS

DATA DO EVENTO: 25/10/2017

LOCAL DO EVENTO: Auditório do Campus

APRESENTAÇÕES:

- 10h:

SUSTENTABILIDADE E A QUESTÃO URBANA AMBIENTAL: O SETOR CONFECCIONISTA E OS RESÍDUOS SÓLIDOS TÊXTEIS GERADOS

Maria de Lourdes Couto Nogueira

RESUMO:

Pretende-se apresentar a tese “Sustentabilidade e a Questão Urbana Ambiental: o setor confeccionista de Divinópolis”, tendo como foco os resíduos sólidos têxteis provenientes das confecções do polo de Divinópolis. A proposta é apresentar o cenário ambiental das indústrias de confecção, identificando seus atores sociais e suas responsabilidades em relação à geração e à destinação final dos resíduos sólidos provenientes desse segmento econômico com o propósito final de contribuir para a proteção e a preservação do meio ambiente. Pretende-se ainda tratar a questão da gestão e do gerenciamento dos resíduos sólidos têxteis na cidade, as alternativas de destinação final dos resíduos sólidos e dos projetos ambientais existentes no município. Por fim, mostrar alternativas para uma produção e consumo sustentáveis.

PALAVRAS-CHAVE: Resíduos sólidos têxteis; Setor confeccionista de Divinópolis; Sustentabilidade.

- 10h30min:

FETICHE TECNOLÓGICO: O USO DO CAD PELAS CONFECÇÕES DE VESTUÁRIO DE DIVINÓPOLIS – MG

Dênis Geraldo Fortunato Fraga

RESUMO:

A dissertação teve por objetivo analisar: de que forma os softwares de modelagem de vestuário contribuí para o desenvolvimento regional? O que leva a empresa a adquirir tais tecnologias? Qual a qualificação necessária para que o profissional de modelagem opere de forma eficaz o CAD? Quais os desafios que as empresas de confecção encontram ao implantar esta tecnologia e qual a relação da tecnologia com os funcionários e os novos processos? E, por fim, qual o resultado da implantação deste ambiente tecnológico? A pesquisa justifica-se para proporcionar uma maior capacitação empresarial e propiciar um retorno efetivo à sociedade em que se insere, buscando compreender – e trabalhar com – novos mercados que têm em sua estrutura a frivolidade das relações, o que exige dos funcionários e das empresas respostas às rápidas, novas e modernas demandas. Promover, uma reflexão crítica acerca das relações de trabalho para um desenvolvimento regional que supere o meramente econômico-financeiro. A pesquisa envolveu levantamento bibliográfico e a sistematização das informações obtidas nas entrevistas e questionários feitos nas empresas de Divinópolis, profissionais que atuam no setor de tecnologia e do vestuário, caracterizando como estudo de caso em que os relatos foram analisados e apresentados na dissertação.

PALAVRAS-CHAVE: CAD de vestuário; fetiche tecnológico; trabalho.

- 11h:

DECISÕES DE INVESTIMENTO NO MERCADO DE AÇÕES: ANÁLISE DA CONFIANÇA DE INVESTIDORES POTENCIAIS NA ESTRUTURA REGULATÓRIA

Leonardo Andrade Motta de Lima, Gustavo Rodrigues da Cunha, Natália Xavier Bueno.

RESUMO:

O Brasil possui hoje 600 mil investidores no mercado de ações, ou seja, 0,3% de sua população, enquanto outros países da América Latina como, por exemplo, o Chile, possui 3,8% de sua população investindo no mercado de ações. Mas esse número já foi ainda menor e chegou a crescer 629% entre os anos de 2002 e 2008, saltando de 85 mil para mais de 530 mil investidores, tendo seu crescimento estacionado no ano da crise econômica de 2008 iniciada nos Estados Unidos. Dentre os objetivos do presente trabalho estão à análise e a descrição da confiança de investidores potenciais em relação a investimentos no mercado de ações brasileiro tendo em vista a regulamentação pertinente a este ambiente e a apresentação de dados relativos aos processos administrativos e sanções impostas por agências reguladoras dos principais mercados financeiros. Este estudo é classificado como descritivo, com abordagem quantitativa e utiliza uma survey por meio de um questionário de múltipla escolha e uma pesquisa documental realizada nos websites oficiais e relatórios institucionais. O resultado revelou um baixo número de sanções impostas pela agência regulatória Brasileira em relação às outras e um baixo índice de confiança na estrutura regulatória que rege este mercado.

PALAVRAS-CHAVE: Confiança; Decisões de investimento; Mercado de ações.

- 11h30min:

CONSUMO ALIMENTAR E CLASSE SOCIAL: ESTUDO DA CULTURA ALIMENTAR DE FAMÍLIAS DO INTERIOR DE MINAS GERAIS

Antônio Guimarães Campos

RESUMO:

Nas Ciências Humanas, os estudos sobre o consumo alimentar fundamentam-se em leituras sobre o comer visando compreender a alimentação como ação social. O objetivo do trabalho foi compreender a relação entre alimentação e classe social das famílias do residencial “Vila das Roseiras”, em Divinópolis, MG, utilizando a abordagem cultural da alimentação. A coleta de dados foi realizada, em 2014, sendo entrevistados 30 chefes de família. Já em outubro de 2015 realizou-se grupo focal com 10 chefes de família que haviam sido entrevistados. Ficou evidenciado que os chefes de família se auto percebem como pertencentes à classe trabalhadora. Muitos associam boa alimentação à quantidade de carne gordurosa que ingerem. O hábito dos moradores de comer sem formalidade os aproxima da classe popular, opondo-se à imagem bourdiana da burguesia. A pesquisa confirmou a hipótese de que os moradores não ascenderam de classe social no tocante à alimentação e no sentido sociológico do termo, pois apesar de ter havido aumento da renda familiar e do consumo de bens duráveis, o estilo de vida ainda é semelhante ao de seus pais. Conclui-se que os padrões alimentares, o estilo de vida e a posição social dos moradores são característicos da população de baixa renda.

PALAVRAS-CHAVE: Alimentação; Classe Social; Cultura Alimentar.